Blog

Case Remot – O novo papel das administradoras de condomínios

Case Remot – O novo papel das administradoras de condomínios

5.07.18

|

postado por MARKETING KIPER

|

NEGÓCIOS

Qual é o cenário das administradoras de condomínios?

Como consequência da expansão do mercado imobiliário, podemos perceber um crescente aumento na procura por administradoras de condomínios, empresas especializadas na gestão administrativa dos empreendimentos residenciais. Diante da complexidade de realizar o gerenciamento condominial de forma eficaz, muitos condomínios recorrem a contratação deste tipo de serviço para conseguirem dar conta da alta demanda de atividades.

Assim, a nova forma de administrar condomínios se assemelha cada vez mais a de uma empresa, em que os serviços são prestados por profissionais devidamente capacitados. Por esse motivo, a terceirização da administração condominial passou a ser uma realidade cada vez mais exigida por síndicos para atender a demanda de moradores exigentes e antenados com a gestão do condomínio.

Desafios da Administração Condominial?

São inúmeras as tarefas de rotina de responsabilidade das administradoras de condomínios, conforme revela Wanderlei Carvalho —  Gerente por 15 anos da Azenha Empreendimentos Imobiliários e CEO da Remot Sistemas faz um ano. Além de atender demandas de ordem legal, contábil e fiscal, as atribuições gerais que competem às administradoras de condomínios incluem ainda gestão de pessoas e assessoria em reuniões e assembleias, entre outros. Atividades que exigem maior profissionalização e qualidade na prestação dos serviços.

“Costumo dizer que somos o braço direito dos condomínios. Precisamos orientar os síndicos a agir da maneira certa, pois qualquer passo errado poderá criar problemas futuros. Dentre as rotinas diárias estão, a cobrança de inadimplência, gestão de pess no condomínio, orientações jurídicas, contratação e fiscalização de fornecedores, pagamento de contas e muitas outras atividades”, aponta.

Para se adequarem às atuais necessidades de seus clientes, que exigem uma gestão eficaz e otimizada dos recursos financeiros disponíveis, as administradoras de condomínios precisam acompanhar as novas tendências do mercado e adotar tecnologias inovadoras. Continue acompanhando o artigo para saber o novo papel das administradoras de condomínios e como a tecnologia de portaria remota tem sido considerada uma verdadeira aliada na gestão condominial.

Qual a solução encontrada e o impacto para a empresa?

Para promover uma gestão otimizada e eficaz, as administradoras de condomínio têm apostado em soluções tecnológicas inovadoras que ajudam a superar os principais desafios encontrados no dia a dia. Investir em portaria remota, por exemplo, foi a alternativa adotada pela Remot Sistemas tanto para reforçar a segurança quanto para auxiliar na redução de custos operacionais dos condomínios. Dessa forma, todo controle de acesso passou a ser realizado de forma automatizada.

Porém, antes de adotar a solução de portaria remota da Kiper, inicialmente a empresa buscou no mercado por soluções tecnológicas em portaria virtual para automatizar o acesso ao condomínio. Apesar da nomenclatura semelhante, a diferença entre a portaria inteligente, virtual ou remota é bastante evidente.

Apesar da proposta de aumentar a recorrência e do crescimento pela procura por esse tipo de solução, a empresa estava tendo dificuldade com a escalabilidade do negócio com a portaria virtual, já que não se trata de uma solução integrada. Foi então que a Remot conheceu a Kiper e optou pela escolha de uma tecnologia segura e confiável que auxiliasse na otimização da operação como um todo, a partir da utilização de um sistema de software e hardwares integrados.

“Quando apresento a tecnologia Kiper aos nossos clientes, sempre reforço a questão do aumento de controle do acesso que, consequentemente, traz maior segurança. Costumo comentar também sobre as tendências do passado que demoramos para aceitar e hoje não vivemos sem, como o computador ou até mesmo o Uber. Geralmente, os responsáveis pela administração do condomínio entendem que a contratação de um sistema de portaria remota pode facilitar a gestão condominial, porém têm receio com relação ao custo desta solução. Mas, quando citamos os valores muitos se surpreendem e acabam fechando negócio”. comenta Carvalho.

Benefícios em investir na tecnologia de portaria remota

Wanderlei evidencia ainda os motivos que levaram a Remot Sistemas a investir na tecnologia de portaria remota Kiper. Entre elas, ele destaca o fato de que com a implantação do sistema de portaria remota em um condomínio, é possível obter o retorno de receita equivalente à prestação de serviços de gestão à pelo menos sete condomínios.

“Há alguns anos conheci a tecnologia de portaria remota e percebi que esse seria o futuro para o mercado de condomínios. Entrei em contato com um amigo meu que atuava com serviços de portaria física dizendo que essa seria uma boa solução para ele investir e reinventar seu modelo de negócio. Há cerca de dois anos, me tornei sócio deste mesmo amigo. Porém analisando a empresa por dentro, percebi que a solução contratada por ele inicialmente não tornaria o negócio escalável a longo prazo. Buscamos então, por uma solução completa em portaria remota e encontramos a Kiper”, revela.

Conheça a solução de portaria remota da Kiper e saiba como a tecnologia pode contribuir para o controle de acesso a condomínios.

  • COMPARTILHAR

  • |
  • |