Blog

Espaço pet em condomínios: Por que investir em um ambiente exclusivo para animais de estimação

Espaço pet em condomínios: Por que investir em um ambiente exclusivo para animais de estimação

16.10.18

|

postado por MARKETING KIPER

|

TECNOLOGIA

Um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet) mostra que o Brasil ocupa o 3º lugar entre os países com maior população de animais de estimação. Fator que tornou o espaço pet em condomínios um diferencial por quem está em busca de um imóvel. Por isso, empreendimentos que investem em áreas de lazer exclusivas aos animais de estimação dos moradores são mais valorizados no mercado imobiliário.

A tendência reforça um comportamento comum entre os brasileiros que é o de tratar os animais de estimação como membro da família. Por conta da verticalização das grandes cidades, os animais de  estimação vivem cada vez mais dentro de casa, especialmente em apartamentos. O que levou os empreendimentos a buscarem alternativas para se adaptarem a essa nova realidade, disponibilizando aos moradores e seus animais de estimação um espaço pet em condomínios.

Na contramão da crise econômica, o mercado pet movimentou R$ 20,37 bilhões em 2017. Os números demonstram que as pessoas estão preocupadas com bem-estar dos seus pets e não se importam em gastar mais dinheiro e tempo com o cuidado deles. Os cuidados com a saúde e bem-estar de um animal de estimação vão desde uma alimentação mais balanceada, a serviços mais especializados como banho em pet shops e serviços estéticos. A variedade de serviços oferecidos nesse mercado podem ser integradas em um espaço pet em condomínios.

Por que investir em um espaço pet em condomínios?

Na onda desse mercado, empreendimentos estão investindo em um espaço pet em condomínios. Novos lançamentos passaram a oferecer além do tradicional espaço de lazer com salão de festas e jogos um local exclusivo destinado aos pets com sala equipada para banho e tosa, áreas com obstáculos para que os bichinhos de estimação possam se exercitar, denominado como pet play, pet care ou pet garden.

Considerado mais do que apenas uma área para passear com os animais de estimação, são ambientes projetados com toda a infraestrutura para que moradores possam passar mais tempo com seus pets, se divertindo e oferecendo todo o cuidado e amor necessário sem precisar sair de casa.

Apesar de ser considerado um investimento alto para o condomínio, a longo prazo, esse tipo de iniciativa pode gerar uma economia para os moradores, bem como melhorar a qualidade de vida deles e de seus animais de estimação. Condomínios com áreas para os pets costumam ser mais valorizados, tendo em vista que investir em um espaço pet em condomínios é tão importante quanto espaços infantis. Afinal, para quem possui animal de estimação a escolha do imóvel também envolve o conforto dos bichinhos.

A dificuldade de encontrar espaços públicos que permitam a permanência de pets junto aos humanos (como lojas, restaurantes, shopping centers) pode ser amenizada em condomínios que proporcionem espaços para a interação entre os animais e também com seus tutores que podem socializar com outros moradores nas áreas comuns do prédio, com maior segurança e comodidade.

Além disso, sabemos que os animais de estimação estão entre os assuntos que mais geram conflitos em condomínios. Os principais problemas como latidos, odor e sujeira podem ser atenuados com áreas exclusivas para pets para que o dono possa brincar, passear e cuidar da higiene do animal de estimação em segurança e sem precisar sair da estrutura do condomínio.

Há adaptações relativamente simples que o condomínio pode realizar para disponibilizar ambientes exclusivos aos animais de estimação de seus moradores, como incluir carpetes e pisos mais resistentes aos pets em áreas comuns como halls e elevadores. A possibilidade dos condomínios oferecerem um espaço pet care para serviços no local, também é uma alternativa a ser considerada para melhorar a qualidade de vida dos moradores e de seus animais de estimação.

Além de valorizar o empreendimento, esse tipo de iniciativa ajuda a minimizar os conflitos decorrentes de problemas com animais de estimação e aumenta a interação social entre vizinhos.

Continue acompanhando os conteúdos exclusivos do blog da Kiper para conferir dicas e tendências para gestão condominial.
  • COMPARTILHAR

  • |
  • |