Blog

Cuidados essenciais para manter a segurança do condomínio

Cuidados essenciais para manter a segurança do condomínio

30.04.18

|

postado por MARKETING KIPER

|

TECNOLOGIA

Alguns aspectos são fundamentais para reforçar a segurança do condomínio e, por isso, não devem ser negligenciados pelos síndicos. Para tratar sobre o tema, entrevistamos o especialista em segurança Diógenes Lucca, que explica como minimizar as vulnerabilidades em empreendimentos residenciais. Continue a leitura e confira orientações de como evitar falhas que podem colocar em risco a segurança de moradores e funcionários.

Na visão de Lucca, existem quatro pilares que precisam atuar em perfeita harmonia para garantir a segurança condominial: tecnologia, infraestrutura, procedimentos e inteligência. Segundo ele, as falhas de segurança mais comuns estão relacionadas com:

  • a falta de um controle de acesso rígido;
  • desatenção ou descumprimento das normas;
  • falta de estrutura adequada.

“A maioria dos prédios possui vulnerabilidades caracterizadas por falhas de análise de riscos potenciais e reais, falta de equipamentos essenciais que podem dificultar a ação dos criminosos, ausência de treinamentos de segurança aos porteiros e funcionários e, sobretudo, falta de procedimentos que visam normatizar as rotinas diárias e também situações extraordinárias”, afirma o especialista.

A proteção do patrimônio envolve diversas práticas e condutas que precisam fazer parte da rotina do condomínio para evitar falhas comuns que comprometam a segurança condominial. Outro especialista na área de segurança, José Elias de Godoy, aponta que 90% das invasões em condomínios verticais ocorrem pela porta da frente. Essa dado confirma a necessidade de se investir em iniciativas que assegurem, principalmente, os pontos mais vulneráveis do empreendimento.

Confira a seguir, quais são os pilares essenciais para promover uma segurança condominial eficaz na opinião de Diógenes Lucca e saiba como incorporar as medidas de proteção necessárias.

Pilares essenciais para uma segurança condominial eficaz

Equipamentos

O investimento em uma infraestrutura completa de equipamentos de última geração, assim como na própria arquitetura de segurança do condomínio é o primeiro grande elemento para reforçar a segurança — tanto em áreas comuns do empreendimento, como também nas áreas externas e arredores.

“O mercado oferece diversos equipamentos, desde as cercas elétricas, sensores de presença, aceleradores de portão automático, circuito fechado de TV, sistemas de controle de acesso, guaritas blindadas e outros que, integrados, constituem um fator de prevenção de importância significativa e de resultados altamente satisfatórios se operados por uma empresa referenciada e devidamente inseridos numa rotina de procedimentos de segurança previamente estabelecidos”, explica Lucca.

Tecnologia

É possível promover o controle de acesso aos condomínios de forma eficaz e automatizada com o auxílio da tecnologia. Para isso, é preciso buscar por soluções no mercado de segurança que, além de realizar o monitoramento remoto ininterrupto para o controle de acesso ao prédio, seja aliado da administração condominial. A portaria remota é uma das principais soluções indicadas para inibir ações de criminosos em condomínios residenciais e auxiliar em uma gestão estratégica.

“Vejo com muito otimismo o uso de sistemas de controle de acesso condominial, mas ainda é preciso vencer alguns paradigmas com relação a questão do funcionário. Acredito muito no modelo de portaria remota e no sistema tendo um protagonismo maior do que o ser humano, já que esse tipo de tecnologia proporciona maior segurança no ponto de maior vulnerabilidade: a portaria.

Inteligência

Reforçar a segurança exige por parte do síndico, a identificação dos pontos frágeis do condomínio para que se busque soluções que trabalhem de forma integrada. A tecnologia adotada deve ser capaz de conectar os funcionários do prédio à central de monitoramento para que qualquer situação de emergência seja comunicada com rapidez e as autoridades acionadas. Por isso, é essencial contratar um sistema de portaria remota personalizado que se adeque à estrutura do condomínio e atenda os procedimentos definidos.

“Ainda no que diz respeito à segurança eletrônica é importante considerá-la como passível de ser integrada seja nos condomínios horizontais, quanto no sistema eletrônico de uma residência; poder interagir com o de outra residência vizinha e, da mesma forma nos condomínios verticais, integrando-se o sistema de segurança de um prédio com outro nas proximidades”, reforça Lucca.

Procedimentos

As falhas de procedimentos de segurança por conta da conduta de funcionários e moradores é um dos principais responsáveis por comprometer a segurança condominial. Por esse motivo, além de realizar treinamentos com os funcionários, o síndico precisa comunicar amplamente os procedimentos que devem ser seguidos também pelos moradores para minimizar riscos. É importante que essa iniciativa esteja alinhada a outras ações que reforçam a cultura de segurança do condomínio, como a adoção de eclusas de pedestre e passa volume, manter iluminadas as entradas do condomínio e realizar periodicamente uma avaliação das áreas comuns, procurando identificar falhas, entre outras.

“É fato que qualquer segurança de um condomínio será eficaz à medida que os funcionários sejam treinados, os procedimentos de segurança sejam estabelecidos e em complemento se possua um aparato de segurança eletrônica para gerar um efeito intimidatório para qualquer iniciativa criminosa”, explica Diógenes.

O consultor orienta ainda sobre a importância das normas de segurança serem debatidas em conjunto com a maioria dos moradores durante assembleia para a elaboração de um manual de procedimento das rotinas diárias que envolvem a segurança condominial. O ideal é que esse documento seja amplamente divulgado entre moradores e funcionários para que as orientações sejam seguidas por todos.

Continue acompanhando os conteúdos da Kiper para saber como a portaria remota pode contribuir para reforçar a segurança do seu condomínio.

  • COMPARTILHAR

  • |
  • |